fbpx
Carros

5 Muscle Cars que fizeram sucesso no Brasil e você pode ter na sua garagem

Quando falamos sobre ter muscle cars no Brasil, muitas pessoas acreditam que existem muitas desvantagens, mas isso não é verdade.

Mesmo que esses tipos de automóveis sejam mais caros e tenham altos impostos, muitos colecionadores investem nesses modelos clássicos de carros por serem totalmente diferentes dos carros habituais.

O que significa muscle cars?

Antes mesmo de falarmos sobre os destaques de muscle cars que fizeram sucesso no Brasil que você poderia facilmente adquirir para ter em sua garagem, vamos entender mais sobre o que significa essa nomenclatura.

Os veículos conhecidos como muscle cars são aqueles que possuem alta performance, que são compactos e possuem um motor super potente com um bom rendimento, além da tração traseira.

Os modelos de muscle cars criaram uma nova definição de carros, pois foram criados para serem tanto carros mais esportivos, quanto modelos atemporais e clássicos. Esses modelos desenvolvidos se tornaram referências de estilo e velocidade.

Isso pode ser observado a partir dos seus design diferenciados, pelos motores ou então pela possibilidade de modificar seu automóvel a partir da personalização de alguns aparelhos e ferramentas, ganhando destaque por aqueles que são apaixonados pelo mundo automobilístico.

Ficaram muito conhecidos durante os anos 60 a 90, máquinas potentes com design agressivo e esportivo. E aqui no Brasil os muscle cars fizeram, sim, muito sucesso.

Leia também: Carros antigos – como explicar essa paixão?

São carros que ainda hoje reúnem fãs e colecionadores, tendo eventos esportivos especialmente dedicados aos muscle cars. A presença destes carros na cultura pop é igualmente marcante, como o Impala de Dean Winchester, de Supernatural e o Dodge Charger R/T de Dominic Toretto, da série de filmes Velozes e Furiosos.

Não é muito difícil imaginar porque os muscle cars ainda atraem muitos fãs, diante de tanta potência e design único.

Os brasileiros não ficaram devendo nada aos americanos apaixonados na hora de escolher os muscle cars. Conheça mais sobre os modelos que fizeram sucesso entre os brasileiros:

5 Muscles Cars que fizeram sucesso por aqui

Muitas pessoas gostam de fazer coleções e customizar esses modelos clássicos de carros. A indústria de automóveis do Brasil contou com alguns modelos que estiveram por muito tempo na lista dos melhores muscle cars do mundo.

Potência e estilo, o Brasil soube receber os muscle cars de forma prestigiosa e marcante para todos os gostos.

Confira alguns deles que você poderia ter na sua garagem:

1. Dodge Charger R/T

Se você está procurando por um modelo de muscle cars para ter em sua garagem, saiba que essa seria uma excelente opção.

O Dodge Charger R/T foi lançado no ano de 1970, da época que a gasolina era barata e azul, fabricado pela Chrysler do Brasil. Tratando-se de uma derivação do Dodge Dart Cupê, com potência e design de carro americano chegava a custar 742.000 cruzeiro, o que hoje seria R$ 197.586,00

Nessa época, esse modelo era considerado um dos mais potentes do país, por conta de suas especificações.

Seus 215 cavalos e alta taxa de compressão eram capazes de alcançar de 0 a 100 km/h em apenas 11 segundos e ultrapassar facilmente 180 km/h.

O Dodge Charger R/T era tão bom que recebeu muitos elogios de Emerson Fittipaldi, em 1971: “Ótima estabilidade, obediente, gostoso de dirigir e direção excelente”.

Beberrão e gastador era o tipo de carro que você tinha que comprar um posto junto para andar com ele, pois chegava a consumir 4 km/l, na cidade, e 6km/l em rodovias. Certamente era, e ainda é, um carro para poucos.

Trata-se de um carro que dirigi-lo é um desafio, isto porque tem bom desempenho de motor, freio pesado e forte traça traseira, sendo fácil sair da pista se não estiver acostumado.

Atualmente esses modelos de carros são supervalorizados no mercado, e quando encontramos um muscle car bem conservado, seu valor pode ser maior que 100 mil reais.

Confira o Dodge Charger da Retornar:

Leia também: Descubra a história do Ford Escort XR3 que marcou o Brasil

2. Opala SS

muscle car Opala SS
Opala da Retornar

O Opala SS foi lançado no ano de 1971, foi uma versão esportiva do Opala, considerado um dos maiores concorrentes da lista dos Muscle Cars no Brasil.

Mesmo sendo seis cilindros, o Opala deu um banho em muito V8 nos anos 70, fazendo sucesso já no seu lançamento, 1968.

Mas, foi o Opala SS, lançado em 1971, que com mais potência e ainda mais esportivo conquistou o coração do brasileiro.

Robusto e confiável, com seu câmbio 4 marchas chegava até 170 km/h atingindo 0 a 100 km/h em apenas 12,8 segundos, tendo consumo médio de 5,2 a 6,8 km/l.

171 cavalos brutos, alguns modelos chegavam a alcançar 190 km/h, ficando atrás de carros Dodge e Maverick, mas entrega mais força e consumo em rotações baixas e médias rotações.

Além disso, dentre os muscle cars tinha o melhor custo-benefício. Mas mesmo assim ainda tinha um valor alto de, em conversão direta (R$ 297.549,00), além de ter um gasto de alto padrão em manutenções para o padrão nacional.

Ele foi considerado um dos carros mais rápidos do país, tendo um design mais esportivo, sua pintura com faixas pretas estilizadas na lateral e no capô do carro. Seu acabamento na parte interna de primeira qualidade chamava muita atenção dos motoristas.

Esse carro foi o primeiro modelo a ter bancos individuais na parte dianteira, além do câmbio de quatro marchas com alavanca na parte do assoalho.

Conheça o Opala que passou pela garagem da Retornar:

3. Maverick GT

  • Maverick da Retornar

O muscle car conhecido como Maverick GT (Gran Turismo) também é uma excelente opção para que você possa ter em sua garagem. Foi lançado no Brasil em 1973 e comercializado em três versões, sendo esse o melhor da linha.

Ele contava com um motor V8 Windsor de 302 polegadas cúbicas capaz de render até 257 cavalos.

Lançado em 1969 originalmente, para fazer frente a modelos compactos, como AMC Hornet e Plymouth bem como veículos importados da Datsun, Volkswagen e Toyota.

Fez com que esse modelo fosse o sonho de muitos brasileiros, mas a sua edição, que foi limitada, fez com que poucas unidades fossem fabricadas e vendidas no Brasil.

E quem conhece sabe que sua potência e estilo sempre chamou atenção por onde passava.

Para um muscle car, era relativamente barato, custando apenas US$ 1.995, além disso, possuía manutenção simples e barata sendo um carro confiável.

Com formato que lembravam um Torino e Mustang, isto é, cupê de traseira curta com teto fastback em queda suava e um capô alongado.

Tudo isso resultou em um sucesso imediato, sendo vendidas mais de meio milhão de unidades no seu primeiro ano de produção.

Tinha consumo de 7,2 km/litro em média e era capaz de alcançar 178 km/h e fazer de 0 a 10 km/h em 11,6 segundos. Por ter alavanca de câmbio próxima ao motorista era fácil de trocar marca com rapidez.

Confira um dos Mavericks que passaram pela Retornar:

4. PUMA GTBS2

Muscle Car Puma GTB
Puma GTB (Crédito de Imagem: Felipe Rau/Estadão)

A alternativa nacional para o Camaro era veloz, rápido e com conforto inédito para padrões brasileiros. Chegou, na época, a ser o carro nacional mais caro, superando Opala Diplomata e Alfa Romeo 2300.

Com 171 cv e mesma mecânica do Opala SS 6 cilindros, podia chegar até 200 km/h em reta, com giclagem do carburador alterada.

Ao contrário de muitos Muscle Cars, oferecia itens de luxo de série, como direção hidráulica, ar-condicionado, bancos de couro, vidros elétricos e retrovisores com ajuste interno. Trata-se de adicionais muito raros para modelos em séria na época.

Sua carroceira e chassi garantia um ótimo equilíbrio até mesmo em velocidades altas.

O modelo Puma GTB (Gran Turismo Brasil) foi fabricado pela marca Puma Veículos e é um dos modelos de muscle cars brasileiros que você poderia facilmente ter em sua garagem.

Passou a ser comercializado apenas em 1974, sendo considerado o modelo mais esportivo até então fabricado pela marca.

O Puma GTB foi fabricado sobre o modelo da plataforma do Opala, onde o motor inicialmente era de 4.100 cc. Seu desempenho era equiparado ao de modelos de carros como Dodge Charger e o Opala. Mas, o que difere é que seu valor é mais elevado, pois a produção era feita em uma escala menor.

5. Santa Matilde 4.1

Muscle Car - Santa Matilde
Santa Matilde (Crédito de Imagem: Motor 1)

Carro fora de série, com produção limitada, possuía um ótimo acabamento interno, moderno e atraente, que parecia ser importado.

Acabamento interno todo em couro, além de contar com vários mostradores, lembrando os carros esportivos requintados da Europa. Seu freio a disco nas quatro rodas era considerado com alto padrão para época.

Seus mostradores tinham desenhos futurísticos com luz azul e seu volante de três raios era costurado a mão e com acabamentos em couro, com a logo Santa Matilde ao centro.

Seus primeiros modelos tinham desempenho abaixo de carros como Opala SS, apenas 170 km/h em reta e aceleração de 0 a 100 km/h em longos 13,5 segundos.

Já a versão de 1985 chegou a superar o Opala Diplomata 4.1, atingindo 185 km/h e 0 a km/h em 12 segundos.

Contava com um novo sistema de câmbio quatro marchas mais eficiente e macio, com ignição eletrônica, garantindo um torque mais suave e firme.

O Santa Matilde era relativamente leve, pois pesava 100 KG a menos que o Opala Diplomata.

A distância curta de apenas 2370 mm entre eixos e seu freio a disco nas quatro rodas o tornava um carro seguro em curvas, mesmo com estrada molhada. Além disso, não sofria com oscilações e vibrações em retas.

Seu acabamento externo contava com um conjunto de faróis de lentes boleadas, redondas, duplos na horizontal, com recuo embutido.

Tinha preço salgado como resultado de tanto luxo, bem como nas manutenções preventivas e corretivas, vendendo apenas 500 unidades entre 1985 a 1986.

A Nostalgia dos Muscle Cars e o Maverick 1977 Exclusivo da Retornar

Maverick V8 da Retornar

O Maverick 1977 Exclusivo da Retornar desperta uma profunda nostalgia nos apaixonados por muscle cars. Ele representa uma época em que a liberdade, a potência e a emoção corriam soltas pelas estradas. Cada vez que você se senta ao volante desse clássico, é como se voltasse no tempo e mergulhasse em uma experiência que combina passado e presente. O ronco do motor V8 ecoando pelos escapamentos, a sensação de acelerar nas retas e contornar curvas com maestria, tudo isso faz parte de uma experiência única que só um muscle car como o Maverick pode proporcionar.

Esse Opala Especial pode ser seu!

Compre o seu e-book!

Artigos relacionados
Carros

Qual a melhor geração do Toyota Corolla no Brasil?

3 Mins de leitura
Conheça as características das diferentes gerações, desde a G1 até a inovação da G5 com sua versão híbrida.
Carros

Jeep ou Jipe? Qual o nome correto?

2 Mins de leitura
Entenda a diferença entre “jeep” e “jipe” e como esses termos são usados no Brasil e no mundo. Descubra quais veículos se enquadram em cada categoria e a origem histórica desses termos.
Carros

Como Fazer um Motorhome Kombi: Guia Para Iniciantes

3 Mins de leitura
Transforme sua Kombi em um motorhome personalizado e legalizado. Saiba como fazer motorhome Kombi e desfrute de viagens únicas com conforto e segurança.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
Carros

Carros antigos: como explicar essa paixão?