Carros

Anos 70: Conheça os 10 carros mais vendidos

Uma década marcada pela variedade de carros à venda no mercado brasileiro, os anos 70 foram palco de vários modelos clássicos que capturam nossa atenção ainda hoje, quando os vemos desfilando pelas ruas.

O que talvez alguns não saibam, ou não se lembram, é que muitos desses modelos, foram fabricados décadas antes, mas atingiram o auge de vendas nos anos 70. Marcando nossas memórias e imaginário.

Confira nessa seção nostalgia, os 10 carros mais vendidos na década de 1970!

Volkswagen Fusca

Fusca Azul da Retornar que marcou os anos 70
Fusca Azul da Retornar, um dos ícones da Volkswagem que passou pela nossa garagem

O primeiro milhão de veículos produzidos deste modelo, ocorreu na década de 70, e em 1972, atingiu a marca de carro mais vendido do mundo. Lançado, oficialmente, em 1959, o popularmente conhecido no Brasil como Fusca, é o primeiro modelo de carro produzido pela Volkswagen.

Em 1925, o engenheiro Béla Barényi, apresentou um conceito semelhante ao que hoje conhecemos como Fusca.

Mas foi Ferdinand Porsche que, ao compartilhar suas ideias com Hitler como parte de seu “Estudo Sobre o Desenho e Construção do Carro Popular Alemão”, retomou um antigo protótipo, entre 1934 e 1937, lançando o primeiro modelo em 1940, chamado KdF Wagen, cuja produção foi interrompida com a eclosão da Segunda Guerra Mundial.

Após a guerra, a fábrica do projeto Volkswagen foi reativada em 1945 sob controle britânico. O Fusca dominou o mercado gradualmente. E no Brasil, o modelo passou a ser importado em 1950.

Contamos um pouco mais sobre como este carro tão marcante, fez história em nossa terrinha. Basta clicar aqui e conhecer afundo e se surpreender com todas as versões do nosso querido Fusquinha.

Opala

Opala da Retornar, um dos carros clássicos que fez sucesso nos anos 70
Opala da Retornar, um dos carros clássicos que fez sucesso no nosso hangar

Produzido entre 1968 e 1992, o Chevrolet Opala foi apresentado aos brasileiros no Salão do Automóvel de São Paulo, em 1968 e, só nos primeiros 10 anos de produção, foram fabricadas 500 mil unidades.

O Opala teve rápida e grande aceitação do público, tornando-se um veículo consagrado, atingindo o status de coleção.

Combinando a carroceria do alemão Opel Commodore e do norte-americano Chevrolet Impala, o Opala foi fabricado em São Caetano do Sul, em São Paulo, contava com duas opções de motorização: quatro ou seis cilindros.

Tendo sofrido poucas alterações no projeto original até o fim de sua produção, o Chevrolet Opala contava com diversas versões, como:

  • Standar/Especial;
  • Luxo;
  • Gran Luxo;
  • Opala SS;
  • Caravan;
  • Comodoro;
  • Diplomata.

Todo esse sucesso não poderia ficar de fora das nossas promoções. Que tal ver a história incrível de um dos carros mais desejados dos anos 70? Basta clicar no link: Opala, o carro que é paixão nacional.

Ford Belina

Belina, um clássico dos anos 70. Crédito de imagem: Wikipedia

Seguindo a versão Station Wagon, o Ford Belina foi lançado em 1970 e descontinuado em 1991. Com motor de 1.3, atualizado para 1.4 em 1973, contava com a versão básica, luxo e LDO. Em 1978, foi atualizado e passou a chamar Belina II. O modelo contava com três séries especiais:

  • Cinco estrelas;
  • Astro;
  • Série especial.

Ford Rural Willys dos anos 70

Rural Willys da Retornar. Potência e força com este super carro
Rural Willys da Retornar. Potência e força com este super carro

Produzido pela montadora estadunidense Willys Overland, de 1946 até 1967, quando a fábrica foi comprada pela Ford, o Rural Willys iniciou produção no Brasil em 1970, com arquitetura inspirada na Brasília.

Descontinuado em 1977, com 182 mil unidades produzidas, o Ford Rural Willys é um jurássico dos atuais utilitários esportivos. Robusto, com espaço familiar e vocação off-road, os modelos brasileiros tinham tração 4×4 e 4×2, e potência de 90hp (cavalos-vapor).

Nós, aqui da Retornar, somos apaixonados por esses modelos Off Road, e por isso tivemos o prazer de ter um destes modelos aqui no nosso hangar. Quer saber mais detalhes da história incrível desse carro e de outros tão potente como ele? Então clique no link: Off Road: 5 carros 4×4 que marcaram história no Brasil

Volkswagen Karmann Ghia

karmann ghia
Volkswagen Karmann Ghia: muita história e belezaCrédito de imagem: Shutterstock

Produzido ente 1955 e 1975, o Volkswagen Karmann Ghia foi projetado pela empresa italiana Carrozeria Ghia e construído pela alemã Karmann.

O modelo esportivo integrou a produção da Volkswagen ocupada apenas pelo Fusca e pela Kombi, veículos mais robustos e resistentes para o período pós-guerra.

Com mais de 10 mil modelos vendidos só no primeiro ano, o Karmann Ghia contava com painéis de carroceria feitos a mão, liga especial e soldagem em linha; construção essa que, na época, era exclusiva para carros de luxo. Em 1961, um novo modelo foi lançado o Karmann Ghia 1500 ou Type 34 e, em 1970, o Karmann Ghia TC (Touring Coupê).

Volkswagen 1600

Volkwagen 1600
Volkswagen 1600: o zé do caixão marcou e fez históriaCrédito de imagem: Shutterstock

Conhecido como “Zé do Caixão”, por conta de suas formas retangulares como um esquife, o Volkswagen 1600 era derivado do alemão Typ 3. Lançado no Brasil em 1968, ficou reconhecido por suas formas marcantes.

Porém seu sucesso limitado, o levou a descontinuação em 1971, deixando alguns derivados como a Station Wagon Variant e o TL.

Ford Corcel

Corcel 1977
Corcel: os anos 70 foi marcado por este modelo sensacional desfilando nas ruas. Crédito de imagem: Wikipedia

Produzido entre 1968 e 1986 pela Ford no Brasil, o projeto original do Corcel era da Willys Overland que o desenvolvia junto a Renault, quando foi comprada pela Ford em 1967.

Eleito carro do ano em 1969, 1973 e 1979 pela revista Autoesporte, o Corcel era inicialmente um sedã de quatro portas, que sofreu várias alterações em 1973, ficando parecido com o Ford Maverick. E em 1985, ganhou a frente do Del Rey e outros detalhes estilísticos. Entre os modelos desenvolvidos estão:

  • Ford Corcel GT;
  • Ford Corcel Bino;
  • Ford Corcel GTXP;
  • Corcel II.

Kombi

Kombi: a nossa velha senhora que até hoje anda gerando suspiros por ai. Nosso coração é todo dela!
Kombi: a nossa velha senhora que até hoje anda gerando suspiros por ai. Nosso coração é todo dela!

De construção robusta, a Kombi é o veículo mais antigo no mercado brasileiro, produzido ininterruptamente entre 1957 e 2013. Projetado em 1940 pelo holandês Ben Pon, seu nome vem do alemão Kombinationsfahrzeug e significa “veículo combinado”.

Precursora das vans de passageiros e de carga, a Kombi atingiu o marco de 41.083 unidades vendidas no país. E sofreu várias modificações e atualizações ao longo de sua história, até que a mudança de legislação em 2014, que prevê a obrigatoriedade de freio ABS e Airbag duplo, levou a sua descontinuação, visto que o projeto era incompatível com a lei.

A Kombi contou com algumas edições especiais, como a Carat, uma versão de luxo com teto alto, interior com tecido diferenciado, etc., a Série Prata, edição comemorativa com 200 unidades em 2005, a Edição 50 anos em 2007, e a Last Edition em 2013, com 1200 unidades.

Falar sobre a Kombi, com toda certeza, está entre o nosso top 10 de assuntos preferidos. Por isso, fizemos este artigo super completo, com histórias marcantes e várias versões que você precisa conhecer. Clique no link e se apaixone pela velha senhora que marcou muito mais que apenas os anos 70: Kombi: uma viagem marcante.

Ford LTD dos anos 70

Ford Galaxie Retornar
Ford LTD: muita história para contar pelas ruas do Brasil

A versão luxuosa do Galaxie 500, o Ford LTD produzido entre 1969 e 1983 no Brasil, foi o primeiro carro fabricado no país com câmbio automático. Por ser um carro caro, luxuoso e exclusivo, era comercializado como “o carro menos vendido no Brasil”.

Já tivemos um Galaxie aqui na Garagem da Retornar, confira mais fotos do nosso querido Landau.

Volkswagen Variant

VW Variant: um projeto diferente que, com toda certeza, agradou a todos! Crédito de imagem: Wikipedia

As modificações do Volkswagen 1600, lançado em 1969, resultaram em uma nova geração, o Variant II, em 1977. Inspirado na Brasília e no Passat transmitia a sensação de ser maior que seu antecessor e seu projeto foi produzido exclusivamente por engenheiros brasileiros.

Conhecido como o modelo mais evoluído dentre os derivados do Fusca, o “Variantão”, como era popularmente conhecido, foi produzido até 1981, com 293 mil unidades vendidas.

Um clássico fora dos anos 70

E Já que falamos de tantos carros que marcaram uma década tão importante, não poderíamos deixar de lado um dos responsáveis por parar o trânsito com a sua beleza e potência.

Estou falando do Dodge, um dos carros que foi inspirado no sedan Coronet, o Dodge era quase a sua versão fastback, com traseira longa e caimento suave.

E a Retornar jamais iria perder a chance de ter um desses.

Dá uma olhada no Dodge da Retornar:

Não tem como ficar olhando para esse carro sem babar, não é mesmo?

Já imaginou que ele pode parar na SUA garagem?

É isso mesmo, essa é a sua oportunidade de ter um dos clássicos mais marcantes na sua casa, entregue pela Retornar. Quer saber como? Confere o banner abaixo!

Dodge Charger branco - Lateral

VOCÊ PODE GANHAR UM DODGE CHARGER RT

Compre seu e-book e concorra agora!

Promos Retornar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

×
CarrosPromoções

Kombi: uma viagem marcante