fbpx
Carros

Carro antigo: dicas de como comprar

Comprar um carro antigo pode ser intimidante, especialmente se você é um comprador de veículos clássicos de primeira viagem.

Felizmente, não tem que ser assim.

E para te ajudar separamos algumas dicas que farão toda a diferença na hora de iniciar as suas buscas. E sabe o que é melhor? Existem inúmeras oportunidades de grandes negócios a serem feitos!

Então já pode ir pegando papel e caneta, porque aqui está tudo o que você precisa saber antes de começar a procurar seu carro antigo dos sonhos.

Continue lendo para entender mais sobre este universo.

Boa leitura!

1. Carro antigo: a escolha do modelo

Carro antigo
Ford Landau 1970 (crédito da imagem: Divulgação Ford)

Pode até parecer um ponto óbvio, mas decidir o modelo que você quer comprar antes de realmente começar as buscas pode facilitar e te ajudar a manter o foco, porque pode ter certeza, você vai se apaixonar por cada modelo que aparecer.

Se o motivo da compra não tem nada relacionado ao apreço afetivo e sim para realizar o sonho de ter uma relíquia, faça um top 3, 4 ou até 5. Coloque os carros que deseja nessa lista por ordem de prioridade.

Acredite em mim, quando começar a procurar, a enxurrada de informações será tão grande que fica fácil se perder e assim, atrasar ainda mais o processo da compra.

Mas se você está na dúvida sobre qual carro antigo quer adquirir, temos outras dicas:

  • Procure garagens locais. Esses são verdadeiros tesouros repletos de informações sobre melhores modelos, onde encontrar e até preço;
  • Pesquise os modelos mais vendidos através do Google;
  • Revistas eletrônicas e físicas sobre o universo automobilístico onde costumam colocar informações sobre os carros que ganharam destaque.

Feito isso, podemos partir para o segundo passo!

2. Encontrei o carro antigo, e agora?

A emoção de finalmente encontrar o carro que tanto procuramos é tanta que muitas vezes deixamos passar alguns detalhes fundamentei que poderão apresentar riscos num futuro não tão distante assim.

Então comece pesquisando tudo sobre o carro, se ele foi modificado, se já foi restaurado, se segue os padrões de fábrica. Tudo isso ANTES de olhar o carro!

Anotou tudinho? Agora procure imagens, detalhes que o carro deve ter e que você deseja manter. Tudo isso deve estar muito claro para que no momento da compra você preste bastante atenção e assim, faça o melhor negócio, pagando um valor justo.

Ao conhecer o carro pessoalmente: Verifique o interior do carro MINUCIOSAMENTE.

Olhe os bancos, tapetes, painel e cada detalhe. Compare com a sua lista e veja o que falta e o que está diferente.

E então olhe o motor, e é aí que entra mais uma dica de ouro!

3. Um especialista pode ser seu melhor amigo

Na hora de avaliar a parte mais técnica do carro antigo, a dica que pode mudar o jogo para você é: NÃO TENHA MEDO DE LEVAR UM ESPECIALISTA JUNTO.

No processo de avaliação para a compra de um carro antigo, o motor é considerado a joia, o coração, o supra sumo, a coroa da rainha… Ta bom, parei! Amamos um motor por aqui.

Como falamos anteriormente, alguns carros podem ter passado por modificações. Não identificá-las poderá acarretar sérios problemas futuros, pois algumas das peças podem ser raras ou até mesmo impossível de conseguir substituí-las. Muitas vezes o especialista, que pode ser dono de uma garagem de carros ou que conheça alguma garagem especialista, poderá informá-lo melhor sobre as condições do carro antigo avaliado.

Carro antigo Puma GT
Puma GT (crédito de imagem: Jason Vogel / wikipedia)

Portanto, leve um especialista em carro antigo com você no momento de avaliar o veículo. Ele poderá informar se:

  • Se o carro antigo precisa de muita ou pouca manutenção;
  • O custo médio de compra;
  • O custo médio de manutenção.

4. A busca por um restaurador

Esta pode ser uma missão bastante desafiadora. Às vezes o preço sugerido para compra está bem abaixo do valor de mercado justamente pelo conhecimento da dificuldade em restaurar determinado modelo.

No entanto, a busca prévia por possíveis restauradores poderá facilitar o seu trabalho e até agilizar alguns processos na compra de peças que possivelmente precisarão serem importadas.

Certifique-se sobre as referências do profissional e evitar outros tipos de problemas!

5. Cuidado com a ferrugem no carro antigo

Ferrugem em carro nunca é um bom sinal, em um carro antigo pode ser um verdadeiro divisor de águas.

Ela é o que poderá determinar se o veículo deverá ser completamente restaurado, fazendo com que a originalidade de fábrica se perca.

Quem poderá informar ainda mais sobre estes detalhes será o especialista.

Tendo anotado todas estas dicas, eu tenho certeza que seu caminho para a compra de um carro antigo será ainda mais prazerosa.

Mas se você não quer passar por todos esses processos de compra, então se liga nesta dica.

Pilote um Maverick Exclusivo!

Compre o seu e-book e concorra!

Artigos relacionados
Carros

Chevrolet Bel Air: Uma Jornada de Estilo

6 Mins de leitura
Desvende a história do Chevrolet Bel Air, desde suas primeiras gerações até o lendário Bel Air de 1957. Saiba por que esse ícone automobilístico permanece vivo no coração dos amantes de carros clássicos.
Carros

Tudo sobre a Cultura Air Cooled: Uma Viagem Nostálgica

6 Mins de leitura
Se você é apaixonado por carros e está sempre em busca de informações sobre diferentes culturas automotivas, certamente já ouviu falar da cultura “air cooled“. Essa é uma comunidade que valoriza e cultua os veículos…
Carros

Fusca nos EUA: história, cultura, e cinema

2 Mins de leitura
O Volkswagen Fusca, chamado Beetle por lá, foi introduzido nos Estados Unidos em 1949 e se tornou um ícone da história americana. Com seu design retrô e carroceria arredondada, rapidamente conquistou a simpatia dos consumidores…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *