Carros

Tendências do mercado automotivo para o segundo semestre de 2022

Nos últimos anos, o mercado automotivo brasileiro não teve bons resultados. A pandemia causada pela Covid-19, bem como a crise econômica no Brasil trouxeram diversas mudanças no perfil de consumo dos brasileiros.

A compra do primeiro carro ou mesmo a troca do veículo acabaram sendo deixadas para depois e com isso, algumas tendências ficaram em stand-by.

No entanto, com a situação da pandemia sendo controlada aos poucos, as atividades econômicas voltam a se fortalecer.

Com isso, há diversas tendências do mercado automotivo para o segundo semestre de 2022. É um bom momento para se antecipar e ficar de olho no que está em alta.

Veja quais são elas:

1. Aluguel e assinatura de carros

Jeep Renegade para Locação
Jeep Renegade – Fonte: Wikipedia

Uma das mudanças mais expressivas no perfil dos consumidores foi em relação à compra de automóveis.

Com a alta nos empregos home office, bem como a preferência das novas gerações em utilizar apps para o transporte, a compra de um veículo deixou de ser prioridade para muitas pessoas.

Apenas em 2021 o interesse pelo aluguel de carros subiu 135%, havendo um crescente interesse especialmente em assinaturas mensais.

A modalidade de aluguel por curtos períodos é uma tendência que já está presente no Brasil há alguns anos, sendo que muitos consumidores já são adeptos, especialmente para viagens.

Mas a modalidade de assinatura tem crescido por aqui também. Para quem ainda não conhece, funciona de uma maneira similar aos conhecidos aluguel de bicicletas, já bastante populares em capitais e cidades litorâneas.

Há uma tendência para que este processo seja 100% digital. Assim, diferente das modalidades de aluguel em que os usuários precisam se deslocar até a locadora e assinar uma série de papéis, a tendência é que funcione por meio de apps.

Sem filas, com aprovação diretamente pelo app e em poucos minutos, o usuário será capaz de locar um carro por um determinado período de horas ou garantir uma assinatura mensal.

2. Negociações e processos 100% online

Outra mudança expressiva no comportamento do consumidor é a preferência pelos processos online.

Não é recente a informação sobre o perfil de consumo da geração Z e a sua personalidade conectada 100% do dia. Para essa geração não há mais separação entre o mundo online e off-line.

Desta forma, a geração Z está acostumada a resolver suas demandas pelo celular, desde a forma como se comunicam com outras pessoas, como pedem comida, como realizam compras e também o transporte.

O avanço tecnológico tem possibilitado que cada vez mais soluções para o transporte e deslocamento sejam pensadas de forma online e não apenas para a geração Z.

A necessidade de distanciamento social fez com que concessionárias e locadoras de automóveis adotassem estratégias para que todos os trâmites passassem a ser feitos à distância.

Desta forma, será cada vez mais comum que assinaturas de papéis, aprovações de financiamentos e diversas burocracias do setor sejam resolvidas de forma online.

Contudo, é preciso que as empresas se adaptem a esta tendência, oferecendo segurança e rapidez durante estes processos.

3. Carros usados e financiamentos disparam em comparação aos 0 km

HIlux Seminova
Hilux da Retornar

A alta taxa de inflação acumulada para os carros 0 km encareceu ainda mais os novos modelos. No primeiro semestre de 2022, a inflação acumulada está perto de 20%, o que impulsiona o interesse por seminovos e condições facilitadas de pagamento, como o financiamento.

Os altos índices de inflação fizeram com que um carro 0 km de R$100 mil reais, passasse a custar R$140 mil reais.

Embora ainda exista uma parte do público que tem preferência e poder aquisitivo para os modelos novos, os altos preços abrem espaço para que os modelos seminovos seja preferência.

Esses dados, no entanto, apontam para uma perspectiva otimista. Mesmo em meio à crise econômica, o mercado de financiamentos de automóveis persiste, pois é algo bastante sólido no país.

4. Mais pesquisa de mercado

Com as constantes mudanças no perfil do consumidor, concessionárias ou mesmo novas soluções tecnológicas relacionadas a automóveis precisam investir em pesquisa de mercado.

Assim como outros mercados, é preciso conhecer o público, adaptar as tendências de consumo para ele, além de agilizar a jornada de compra, já que o cliente de hoje busca processos cada vez mais rápidos e desburocratizados.

Neste sentido, é fundamental mapear os interesses do público, buscando oferecer condições de pagamento de acordo com o orçamento deste público, além de facilitar a jornada de compra.

Se o foco de uma concessionária é a venda de carros 0 km, é preciso saber, por exemplo, qual a frequência que o público costuma trocar de carro. Mas se o foco é nos seminovos, é preciso trazer condições de pagamento mais flexíveis de acordo com o público.

5. SUVs: uma preferência inquestionável no Brasil

Volkwsagen Nivus da Retornar
Volkswagen Nivus da Retornar

Toda marca que deseja aumentar sua linha de utilitários e conquistar de vez o público brasileiro deve investir em opções diferentes de SUVs. Em 2021, 42,9% dos modelos vendidos no Brasil foram SUVs.

Desta forma, estes modelos de carro continuam em alta no próximo semestre de 2022.

Os consumidores esperam desde modelos mais básicos e com valores mais acessíveis, até modelos de luxo, equipados com tecnologia de ponta, conforto, ótimo espaço interno e também alta performance.

6. Tendência tecnológica de ponta

Painel Multimídia do Nivus

Assim como os processos para compra, financiamento e aluguel de veículos passam a ser mais tecnológicos, os consumidores também esperam mais tecnologia nos automóveis.

Os veículos atuais devem ser equipados com Wi-Fi, conectividade e interatividade. Modelos equipados com os melhores computadores de bordo, além de desempenharem funções já utilizadas pelos celulares dos usuários.

A exigência do consumidor em relação à tecnologia cresceu, já que hoje vivemos um mundo completamente tecnológico.

Principalmente para o público que consome carros de luxo, esses modelos devem vir equipados com o que há de mais moderno para alcançar uma boa posição no mercado.

7. Carros elétricos em alta

Lançamento do Fiat 500e – Foto Divulgação

Há alguns anos os carros elétricos despertam interesse no público. Contudo, eles ainda não são acessíveis para boa parte dos consumidores, especialmente para os que procuram um modelo seminovo.

Entretanto, para o segundo semestre de 2022 a tendência é que os modelos passem a ser mais acessíveis, como o Kwid da Renault em sua versão elétrica.

O consumo elétrico tende a ser a principal forma de abastecimento daqui alguns anos. A alta nos preços dos combustíveis, a crise ambiental, além de uma maior consciência ecológica nos últimos anos são responsáveis pela tendência.

Inclusive, falamos sobre alguns modelos da Tesla que tem ganhado cada vez os consumidores, confira mais sobre essa matéria clicando aqui: Tesla e seus Carros elétricos e autônomos: conheça mais sobre eles

Nos conte qual dessas tendências você mais estava esperando!

Promos Retornar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.