fbpx
Carros

Placa Preta Mercosul: tudo o que você precisa saber sobre o assunto

Se você está antenado no mundo automobilístico já deve ter ouvido sobre o assunto da placa preta Mercosul, não é mesmo?

Essa placa possui a função de identificar os carros antigos.

Desde o ano de 1998, todos os veículos que possuem pelo menos 30 anos de fabricação, podem receber essa placa para se diferenciar de outros veículos na rua, mas também precisam cumprir outros requisitos.

Adquirir essa placa se tornou o grande desejo de muitos colecionadores e apaixonados por carros antigos, mas, a nova placa Mercosul trouxe algumas notícias não tão agradáveis para os donos, onde a partir do novo padrão, a placa preta deixou de existir, fazendo com que tivesse outro visual com o objetivo de identificar esses veículos mais antigos.

Na prática, a placa preta Mercosul deixou de ser dessa cor, mas essa história não teve um fim. Os colecionadores se empenharam para lutar pelo retorno da placa preta nesse novo modelo do Mercosul.

Hoje vamos falar um pouco mais sobre esse assunto para que você possa entender o que é a placa preta, como solicitar, quais os requisitos e como ela está neste ano. Confira a seguir:

O que significa placa preta?

A placa preta foi uma das grandes conquistas para os colecionadores e apaixonados por carros antigos. Desde o ano de 1998, essa placa é destinada para os automóveis que possuem pelo menos 30 anos de fabricação, que tenham um grau de originalidade alto e apresentem o certificado, além de pertencer a uma coleção.

Placa preta ford
Placa Preta (Crédito de imagem: Unsplash)

Esses carros, também conhecidos como carros de coleção, passaram a ter essa placa preta como forma de identificá-los, servindo como uma medalha para os colecionadores.

Por conta disso, a mudança que aconteceu a partir do novo padrão da placa Mercosul, muitos donos sofreram com a alteração, afinal, afetou esses carros de coleção a partir da alteração na cor da placa que antes identificavam esses veículos.

Rural Willys Placa Preta da Retornar

Por aqui, tivemos o prazer de ter um carro com placa preta INCRÍVEL, o Rural Willys!

Nascido como um Station Wagon, o Rural é combinação entre o off-road e um carro confortável e espaçoso para a família.

O design dele inicialmente, se deu por conta da Segunda Guerra mundial, onde a Willys entrou em disputa para produzir um utilitário com espaço para os soldados, aguentasse o terreno de guerra e ainda que pesasse cerca de quinhentos quilogramas. Um verdadeiro desafio mas que no final, deu a vitória a Willys.

Após esse primeiro modelo desenvolvido com sucesso e o fim da Segunda Guerra, surgiu a oportunidade de levar uma versão mais “familiar” e comercializá-lo em escala.

Confira algumas imagens do Rural que passou pela Retornar:

Assista como foi a entrega do Rural da Retornar

Qual foi essa mudança?

O novo padrão da placa Mercosul que entrou em vigor no mês de janeiro de 2020 aqui no Brasil, passou a ser um sistema de identificação de veículos que possui objetivo de padronizar as placas em todos os países que fazem parte desse bloco econômico.

Esse padrão foi criado para que todas as placas tenham o mesmo modelo, e sejam mudadas apenas a partir de sua nacionalidade e por outros pequenos detalhes.

Contudo, com essas mudanças no novo padrão, a identificação dos veículos antigos também sofreu alterações. A placa preta que antes era comum passou a não ter mais o fundo de cor preto, e sua diferença está apenas na cor das letras e dos números, que passou a ser cinza.

Essa mudança trouxe muita frustração para os apaixonados por modelos de carros antigos e por colecionadores, fazendo com que um grande movimento fosse levantado para que essa decisão fosse revisada.

A notícia boa é que depois de dois anos, uma nova alteração foi feita pelo Contran para que a placa preta Mercosul volte a ser preta, e isso foi estabelecido em dezembro de 2021.

Agora, os desenhos são os mesmos das placas comuns do Mercosul, mudando apenas a cor de fundo da placa.

Contran
Modelo novo de plava (Crédito de Imagem: CONTRAN/Divulgação)

Mesmo que essa decisão tenha sido tomada em 2021, os novos emplacamentos vão acontecer somente a partir do mês de junho de 2022, para que tanto os órgãos de trânsito quanto os fornecedores das placas possam se organizar nesse novo padrão.

Outro ponto importante é que a placa preta Mercosul possui validade apenas no Brasil, e isso significa que quem sair do país com o carro, deverá voltar para o antigo padrão das placas.

Quais os requisitos para solicitar a placa preta mercosul?

Se você está se perguntando quais são os requisitos para conseguir solicitar a placa preta Mercosul, fique tranquilo, pois iremos te ajudar.

Para que um carro possa ser considerado um item de colecionador, ele precisa seguir o que está estabelecido na lei criada pelo Contran no ano de 1998. A partir disso, ele consegue entender se pode ser enquadrado nessa classificação ou não.

Os principais requisitos para solicitar e obter a tão sonhada placa preta Mercosul, os veículos precisam ter sido fabricados a pelo menos 30 anos, ter suas características conservadas e originais de fabricação em uma porcentagem de 80% e ter um certificado de originalidade pelo Denatran.

Os carros modificados, podem solicitar?

Kombi placa preta
Kombi VW com Placa Preta (Crédito de Imagem: Uol)

Existem algumas modificações, segundo a resolução do Contran, que fazem com que alguns carros sejam elegíveis para solicitar a placa preta Mercosul.

Segundo a lei, os carros considerados de coleção são aqueles que foram fabricados a pelo menos 30 anos, que sejam originais ou modificados, mas que possuam um valor histórico.

Para que o modelo do carro possa ser considerado original, ele precisa ter 80% da sua originalidade quando falamos sobre as características de sua fabricação.

Os carros modificados são aqueles que alteraram a sua originalidade segundo as regulamentações estabelecidas pelo Contran.

Como fazer a solicitação da placa preta mercosul?

Se você deseja solicitar a placa preta Mercosul, saiba que o primeiro passo é emitir o Certificado de Originalidade do seu veículo, constatando que ele pode ser considerado de coleção.

Esse certificado é feito a partir de entidades que são reconhecidas e credenciadas pelo Denatran. Para emiti-lo, o processo é bem simples, basta passar por uma vistoria para que o automóvel seja avaliado.

Caso a avaliação seja negativa, algumas melhorias podem ser feitas no veículo para que o certificado seja emitido.

Quando a avaliação é positiva, o proprietário logo é informado sobre a aptidão do seu carro para ser considerado um carro de coleção.

Depois disso, basta que o colecionador entre em contato com o Detran referente ao estado em que reside para analisar quais são os documentos necessários para dar entrada na solicitação da placa preta Mercosul.

Quando essa solicitação for aceita, um documento será emitido, passando a espécie do modelo do carro de passageiro para coleção.

Agora que você conhece mais sobre o assunto de placas pretas mercosul e carros de coleção, caso deseje ganhar um carro como esse, continue lendo!

Promo do Troller

Esse Troller T4 XLT pode ser SEU!

Compre o seu e-book e participe!

Artigos relacionados
Carros

Qual a melhor geração do Toyota Corolla no Brasil?

3 Mins de leitura
Conheça as características das diferentes gerações, desde a G1 até a inovação da G5 com sua versão híbrida.
Carros

Jeep ou Jipe? Qual o nome correto?

2 Mins de leitura
Entenda a diferença entre “jeep” e “jipe” e como esses termos são usados no Brasil e no mundo. Descubra quais veículos se enquadram em cada categoria e a origem histórica desses termos.
Carros

Como Fazer um Motorhome Kombi: Guia Para Iniciantes

3 Mins de leitura
Transforme sua Kombi em um motorhome personalizado e legalizado. Saiba como fazer motorhome Kombi e desfrute de viagens únicas com conforto e segurança.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *