Carros

Ford Escort XR3: descubra a história desse clássico que marcou o Brasil

Com sua data de lançamento marcada em 1983, o Ford Escort XR3 possui muita história no mercado brasileiro.

Mas não somente nele, porque este é o primeiro carro considerado mundial da marca, que já estava em sua terceira geração na Europa.

O modelo se tornou muito famoso nos anos 80 e 90 e permaneceu em destaque por vários motivos, se tornando um enorme sucesso comercial primeiramente na Europa, em 1968 e, ao longo dos anos, começou a dominar outros mercados, mostrando-se também um sucesso entre os brasileiros.

A sua história é bastante particular e cheia de mudanças e detalhes pelos quais o modelo passou.

Sendo assim, vale a pena entender toda a trajetória do Ford Escort XR3 desde que foi lançado na Europa até o momento em que desembarcou no Brasil.

Veja mais sobre isso a seguir!

Lançamento do Ford Escort no Brasil

Ford Escort
Ford Escort XR3. Crédito de imagem: Instacarro.com.br

O Ford Escort XR3 já havia marcado presença no mercado europeu há alguns anos quando foi lançado em 1983 no Brasil.

Nesse contexto, ele já estava na sua terceira geração na região. Mas ao chegar ao solo brasileiro, o modelo logo conquistou a atenção e foi um grande sucesso de vendas.

Ao ser lançado no Brasil, o Ford Escort foi apresentado com suspensão independente nas quatro rodas e este detalhe foi especialmente desenvolvido pela Ford pensando na qualidade e na forma como o asfalto brasileiro era desenvolvido na época, visando o bom desempenho do veículo.

Nesse primeiro momento, o carro começou a ser vendido no país contando com motores transversais 1.3 ou então 1.6.

Na época, o modelo também contava com algumas outras versões distintas quanto ao seu acabamento, sendo elas a L, GL ou Ghia.

O modelo L era o mais básico, enquanto o GL era o considerado pela empresa como o veículo intermediário e, por fim, a versão luxuosa do Escort era chamada Ghia. A XR3 é a versão esportiva do carro em questão.

Versão mais conhecida do Ford Escort

Ford Escort
Ford Escort Vermelho. Crédito de imagem: autopapo.com.br

Mesmo com outras versões sendo vendidas não somente no mercado brasileiro e no europeu há alguns anos, o Ford Escort XR3 foi o que verdadeiramente conquistou o coração dos brasileiros e rapidamente se tornou a mais popular.

O seu visual diferenciado logo agradou ao público devido aos detalhes específicos do modelo, como os seus quatro faróis auxiliares, o aerofólio traseiro e os bancos esportivos, um diferencial que chamou a atenção ao comprar o XR3 com as demais versões do carro.

Nessa versão, a Ford resolveu investir um pouco mais e por isso recalibrou o motor 1.6 CHT do modelo, que ganhou 10 cv a mais de potência, motivo de sobra para que o carro tenha conquistado os brasileiros.

Outro fator que fez com que eles ficassem encantados foi o fato de que ele contava com uma carroceria conversível, o que era bastante raro em carros esportivos com esse tipo de configuração.

Mudanças do Ford Escort ao longo dos anos

Ford Escor xr3
Mais um modelo da Ford. Crédito de imagem: autorealidade.com.br

As mudanças ao longo dos anos foram acontecendo e o Ford Escort passou por algumas reformulações e reestilizações que foram necessárias para modificar um pouco e tornar o carro ainda mais moderno e condizente com a época.

Uma mudança aconteceu em 1986, quando o modelo teve seu capô, grades, piscas, faróis e para-choque modificados. E além dessas questões estéticas, ele também passou a contar com um motor 1.6 e carroceria de duas portas.

As mudanças relativas ao para-choque do XR3 vieram pelo fato de que a marca queria adicionar mais aerodinâmica ao modelo, além de adicionar um painel de iluminação indireta e um volante que contava com revestimento feito em couro.

Nova geração com carroceria renovada

Modelo Conversível
Modelo Conversível. Crédito de imagem: Quatro Rodas

Já em 1993 no Brasil, o XR3 passou por uma grande mudança quanto à carroceria, que se tornou ainda maior do que a anterior. Isso fez com que o carro ganhasse um aspecto mais moderno e diferenciado.

Mas as mudanças não pararam por aí: o XR3 recebeu também uma alteração significativa em relação ao seu motor, que passou a ser de 2.0 com injeção eletrônica.

Apesar de ser um diferencial do modelo no mercado brasileiro, essa mudança chegou com um atraso de 11 anos quando comparada ao mercado europeu.

Apesar de trazer mudanças significativas ao mercado brasileiro, o modelo teve uma duração muito curta, chegando apenas até 1995.

Relembre um outro clássico que mexeu com o coração dos brasileiros e já está deixando um gostinho de saudade por aqui: Volkswagen Gol: 8 gerações de um carro que marcou o Brasil.

Assim, a produção se modificou nesse período e em 1997 o modelo saiu de vez do mercado, com o lançamento de outro modelo do Ford Escort.

Dessa forma, esse momento ficou marcado na história como o fim de modelos como o Hobby, Ghia e também o XR3. A partir desse momento os modelos que vieram do Escort, em seguida contaram com mudanças significativas, utilizando motor 1.8 Zetec e outros detalhes, como carroceria que voltou a ter quatro portas.

Com o fim da produção, que antes de ser finalizada e transferida para a fábrica da Ford na Argentina, os que desejavam o modelo XR3 tiveram que se contentar com outra versão do modelo, que seria a Racer, que supostamente veio para preencher a lacuna deixada.

Isso porque este modelo posteriormente ao fim do XR3, contava com detalhes como motor 2.0 litros AP, mas não possuía o mesmo tipo de apelo visual, que foi o motivo pelo qual o modelo conquistou o público europeu e brasileiro ao longo dos anos.

Apesar de falhar nesse apelo visual, ainda assim com o fim da produção do XR3, o Racer era muito comparado com ele. Mas alguns detalhes reforçavam o fato de que ele não era nada parecido na visão dos apaixonados por carro com o seu antecessor.

Modelo queridinho dos brasileiros
Queridinho entre os brasileiros. Crédito de imagem: Quatro Rodas

A diferença nos bancos, a dianteira com um novo e exclusivo desenho e outros pontos, como os itens de segurança adicionados, mostraram que o Racer realmente não era o substituto do Ford Escort XR3 na visão de muitos.

Assim, pela falta de apelo, mesmo com qualidades destacadas, o Racer não durou muito e não conseguiu substituir a falta deixada pelo XR3. Desse modo, ele logo saiu de linha, apenas alguns meses após o seu lançamento.

Você pode conhecer outros carros clássicos adorados pelos colecionadores clicando AQUI.

Um clássico na sua garagem

A Retornar quer ver você dirigindo um clássico, por isso, temos diversas promoções vigentes na nossa página. É só clicar neste link e escolher qual modelo combina mais com você: Promoçõs

Ou então, você pode se preparar para ter um dos maiores clássicos: o Dodge Charger RT da Retornar

Conheça o Dodge Charger RT da Retornar

Esse Dodge maravilhoso, vem equipado com:

  • MOTOR 318 V8
  • TETO DE VINIL
  • POTÊNCIA DE 210 CV
  • DIREÇÃO HIDRÁULICA
  • CÂMBIO MANUAL DE 4 MARCHAS
  • INTERIOR MONOCROMÁTICO
  • BANCOS EM COURO
  • AR-CONDICIONADO

Para concorrer, basta comprar nossos eBooks. Eles são desenvolvidos pensando em você e na sua paixão por veículos! Lá você irá encontrar curiosidades, detalhes técnicos e muitas imagens dos carros e motos que você mais gosta!

Clique no banner aqui embaixo para comprar seu eBook agora mesmo!

Dodge da retornar

Esse Dodge Charger RT pode ser seu

Compre seu eBook agora mesmo e concorra

Promos Retornar
Artigos relacionados
Carros

Anos 80: conheça os 5 carros mais vendidos

4 Mins de leitura
Anos 80: venha conhecer quais foram os 5 carros mais vendidos durante este período e relembre um pouco mais sobre cada modelo clicando aqui.
Carros

Fiat Tempra: conheça a história do primeiro sedan turbo do Brasil

6 Mins de leitura
Fiat Tempra: conheça mais sobre o primeiro sedan turbo do Brasil e se surpreenda relembrando detalhes desse carro. É só clicar aqui!
Carros

Santana: o primeiro carro luxuoso da Volkswagen no Brasil

6 Mins de leitura
Santana: o primeiro carro luxuoso da Volkswagem aqui no Brasil, continua nos surpreendendo com detalhes históricos. Saiba mais clicando aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.