Carros

Chevrolet Monza: confira a história desse clássico dos anos 80

Considerado um dos maiores fenômenos de vendas do Brasil ao longo dos anos 80, até o início dos anos 90, o Chevrolet Monza conquistou a preferência do público e isso rendeu ao modelo até mesmo prêmios por ter sido o carro mais vendido por três anos seguidos.

Mas a história de sucesso do modelo da Chevrolet Monza vai além.

E ela só foi possível diante dos esforços e investimento do empreendedor Adam Opel, do ramo de máquinas de costura, que resolveu investir em outros segmentos que se mostraram promissores para o momento.

Assim, a fábrica fundada por ele, a Opel A.G, começou a produzir veículos em 1988, quando lançou seu primeiro veículo o Opel Lutzmann.

E esse foi apenas o primeiro passo para o sucesso da marca, que se tornou uma das maiores fábricas automotivas da época.

Assim, ao longo dos anos devido a uma parceria com a General Motors, a Opel progrediu no mercado com diversos lançamentos. Até chegar a um dos mais queridos pelo público, o Chevrolet Monza.

Conheça mais sobre a história deste carro:

A história do Chevrolet Monza

Uma história sobre o Monza que faz o seu coração bater mais forte
Chevrolet Monza três volumes 1983 1.6 (crédito de imagem: wikipedia)

A história do Chevrolet Monza, um dos carros mais queridos da marca, se iniciou no Brasil em 1982. Ele foi lançado no mercado nacional com o apoio da General Motors e o seu projeto original foi totalmente desenvolvido pela Opel, ainda nos anos 70, quando surgiu a primeira geração que levaria a esse modelo.

Conheça os carros mais vendidos dos anos 70 clicando AQUI.

Mas para chegar no Monza, como ficou conhecido posteriormente, foram lançados alguns carros também populares, como o Ascona, que foi fabricado entre os anos de 1979 e 1981, e em seguida o Voyage, que virou um grande sucesso.

Entretanto, logo em seguida, as responsáveis pela produção dos modelos enfrentaram as consequências da crise do petróleo de 1973, que prejudicou alguns dos seus projetos, inclusive o lançamento de um novo modelo no mercado.

Logo após estas adversidades, entretanto, a General Motors se recuperou e lançou um novo carro, contando com mais força para investir em veículos em âmbito mundial, se fixando em diversos países.

O Ascona, que antes foi lançado pela marca, recebeu aqui uma atualização, que foi chamada de série B.

E mais tarde este modelo seria conhecido pelo público como o Monza. Mas somente em 1982 o modelo foi verdadeiramente lançado no mercado brasileiro.

Lançamento do Monza no Brasil

Monza S/R 1986
Chevrolet Monza S/R 1986 (crédito de imagem: wikipedia)

Depois desse percurso desafiador da Opel e da General Motors, finalmente aconteceu o lançamento do Monza, um modelo querido entre os brasileiros.

Ele chegou ao mercado nacional em 1982 e ganhou duas versões, a básica e a SL/E.

Os modelos chegavam ao mercado brasileiro com o diferencial de que poderiam ser escolhidos em versões movidas a álcool ou gasolina.

Esses aspectos, é claro, modificavam a potência do modelo. Desse modo, a versão a gasolina recebeu duras críticas por demorar mais tempo para acelerar.

Dois anos após seu lançamento, o Monza conseguiu conquistar seu primeiro feito: se tornou o carro mais vendido do país e concorreu diretamente com outros modelos que são tão queridos quanto este no mercado, o VW Santana e o Ford Del Rey.

Sucesso entre o público

Três volumes - monza
A sensação dos anos 80 que marcou uma geração (crédito de imagem: wikipedia)

Após atingir esse patamar, o Monza conseguiu se consagrar no mercado e passou a desbancar até mesmo modelos que já eram queridos pelo público, como o Chevette.

Isso se deve ao fato de que ao chegar ao mercado brasileiro, o carro oferecia itens de conforto diferenciados, que nem mesmo modelos como Opala Diplomata contavam na época. Não demorou então que essas questões chamassem a atenção dos admiradores.

Alguns dos itens diferenciados que o Monza oferecia nessa época, e eram motivo o suficiente para conquistar a atenção dos motoristas era o fato de que ele vinha com controle de vidros e traves, direção assistida, antena elétrica e até mesmo ar condicionado.

Posteriormente, com atualizações e modificações para melhorar a sua atuação, o Monza recebeu um câmbio automático de três marchas.

Mas essas atualizações não paravam por aí e o modelo recebeu ainda mais atenção com o passar do tempo.

Após um ano do sucesso conquistado pelo Monza, a GM então resolveu adicionar alguns outros itens que fariam com que ele ficasse ainda mais atualizado e em destaque.

Entre as mudanças, a marca acrescentou melhorias nos retrovisores, na grade, nas lanternas traseiras e outros.

A evolução do Monza

Quantas gerações mudaram por conta do Monza
Modelo Hatch de 1983 (crédito de imagem: wikipedia)

Em setembro de 1985, após o sucesso de vendas do Monza, o carro recebeu uma atualização um tanto quanto especial.

Chegava nesse ano o Monza S/R, uma versão esportiva do modelo. Ele contava com várias alterações positivas para se adequar ao segmento.

Aqui, o Monza chegou ao mercado com carroceria hatch de duas portas e com rodas de liga-leve totalmente exclusivas com aro 14. O motor ainda era o 1.8, mas agora contava com carburação de corpo duplo e atingia 1056 cv.

Com a sua nova versão esportiva, o Monza conseguiu conquistar uma aceleração ainda maior, saindo de 0 km a 100 km em apenas 11 segundos, podendo assim atingir a velocidade máxima de 180km/h.

Um fator interessante a se destacar a respeito dos modelos é que estes contavam com certa padronização na linha.

Por isso, todos tinham o motor 1.8 e eram alimentados pelo mesmo tipo de carburador de corpo duplo. Entretanto, havia uma diferença peculiar.

Isso porque este modelo contava com um parafuso específico que ficava em uma área que acabava bloqueando a abertura do segundo corpo. Assim, isso fazia com que a potência acabasse sendo menor, atingindo somente 99 cv.

Em consequência disso, os proprietários do modelo lançado em 1985 ao comprarem o carro acabavam retirando esse parafuso com a finalidade de ganhar mais potência para o veículo.

E estes resultados positivos mais uma vez fizeram com que Monza fosse um dos líderes de venda.

Com tantas mudanças, avanços e particularidades, era esperado que o Monza ficasse marcado na história pelos seus feitos e como um dos carros mais apreciados e queridos pelos brasileiros.

E até o presente momento, ele tem um grande impacto na história automobilística.

Anos 80 foi marcante!

Muito mais do que sedans, muscle cars e picapes, os anos 80 foi marcado por uma velha senhora que fez questão de conquistar ABSOLUTAMENTE a todos!

Estamos falando da Kombi, ou velha senhora ou então “corujinha”

É impossível falar dessa época aqui no portal sem falar dela!

Por isso temos um modelo incrível para premiar um grande sortudo que irá desfrutar de incontáveis aventuras ao lado desse veículo histórico!

Confira a Kombi da Retornar

  • INTERIOR CUSTOMIZADO
  • TAPEÇARIA TODA CUSTOMIZADA EM COURO ECOLÓGICO
  • TOLDO NO TETO
  • ALAVANCA DE CÂMBIO ALONGADA DE ENGATE RÁPIDO
  • TV DE 32 POLEGADAS
  • KIT MULTIMÍDIA
  • VENTILADOR DE PAINEL

E ela pode ser SUA! Basta comprar um de nossos eBooks e você já estará concorrendo a esta Kombi com documentação e FRETE PAGO para qualquer lugar do Brasil.

É só clicar no banner aqui embaixo! Boa sorte!

Kombi da retornar

Você pode ganhar uma Kombi

Com documentação e FRETE PAGO para qualquer lugar do Brasil.

Promos Retornar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.